sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Cidadão 2020 luta por um Rio Grande do Sul melhor

REEDUCAR: NOVO TEMPO assume o compromisso de estar disponivel para divulgar, socializar e compartilhar com ações que possam fazer a diferença na vida das pessoas e tornar este nosso lindo estado no melhor lugar para se viver

O Cidadão 2020 é todo gaúcho, original ou adotado que, não importa onde estiver vivendo, pensa sempre em como pode ajudar a melhorar a qualidade de vida da sua família e do lugar onde mora. Ele, mesmo não sabendo, de alguma forma está conectado com a Agenda 2020, o movimento que quer que o Rio Grande do Sul seja o melhor estado para se viver e trabalhar do Brasil até 2020.
O Poder Público sozinho não conseguirá chegar lá, ele garante. O Estado precisa da ajuda de todos.
Ele sabe, por exemplo, que não há investimento público que resista a uma população mal educada. Por isso, dedica especial atenção para a sua rua, seu bairro, sua cidade, seu estado, seu país. A principal diferença entre o Cidadão 2020 e outro cidadão é que o Cidadão 2020 sabe o que é importante e faz. O outro sabe o que é importante mas não faz. Fica aguardando, sentado no banco da praça, que o poder público, o prefeito ou alguém, faça antes.
O Cidadão 2020 é aquela pessoa preocupada, mas realmente muito preocupada com o futuro, com seus filhos e netos. É alguém que procura ser um bom profissional e que deseja instituições fortes e sadias. No cotidiano, é solidário e entende e sente o problema de outras pessoas.
Quando se olha por aí as ruas e cidades hostis do Brasil, percebe-se que o Cidadão 2020 faz parte de uma imensa minoria.
Em 2011, essa imensa minoria provavelmente irá:
Ter alguma atividade voluntária
Doar sangue
Desperdiçar menos que em 2010
Estudar mais
Lutar ainda mais por seus direitos
Não irá esquecer seus deveres
Ser mais generosa

O Cidadão 2020 também sabe que é a soma das condutas de todos nós que determina o futuro do país.
Fonte: Inácio Knapp.
http://www.revistadigital.com.br/ideias_numeros.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não Deu Certo e Agora?

Reforma Ortografica - Recebido por email desconheço o autor

Nos nossos sete, oito e nove anos tínhamos que fazer aqueles malditos ditados que as professoras se orgulhavam de leccionar. A partir do terceiro erro de cada texto, tínhamos que corrigir 20 e 30 vezes cada erro e que aquecer as mãos para as dar à palmatória. E levávamos reguadas com erros destes: "ação", "ator", "fato" ("facto"), "tato" ("tacto"), "fatura", " reação", etc, etc...

Mas, afinal de onde vem a origem da nossa Língua? Do Latim!! E desta, derivam muitas outras línguas da Europa. Até no Inglês, a maior parte das palavras derivam do latim.

Então, vejam alguns exemplos:

Em Latim

Em Francês

Em Espanhol

Em Inglês

Até em Alemão, reparem:

Velho Português (o que desleixámos)

O novo Português (o importado do Brasil)

Actor

Acteur

Actor

Actor

Akteur

Actor

Ator

Factor

Facteur

Factor

Factor

Faktor

Factor

bFator

Tact

Tacto

Tact

Takt

Tacto

Tato

Reactor

Réacteur

Reactor

Reactor

Reaktor

Reactor

Reator

Sector

Secteur

Sector

Sector

Sektor

Sector

Setor

Protector

Protecteur

Protector

Protector

Protektor

Protector

Protetor

Selection

Seléction

Seleccion

Selection

Selecção

Seleção

Exacte

Exacta

Exact

Exacto

Exato

Except

Excepto

Exceto

Baptismus

Baptême

Baptism

Baptismo

Batismo

Exception

Excepción

Exception

Excepção

Exceção

Optimum

Óptimo

Ótimo

Conclusão: na maior parte dos casos, as consoantes mudas das palavras destas línguas europeias mantiveram-se tal como se escrevia originalmente.

Mais um crime na Cultura Portuguesa e, desta vez, provocada pelos nossos intelectuais da Lingua de Camões.



Natal todo dia- Roupa nova - Edição Lorena Lisboa

Sonho Impossivel

É Urgente Reeducar