quarta-feira, 2 de junho de 2010

Dicas para elaboração de projeto de pesquisa

Disciplina:Metodologia da Pesquis

Professora Especialista: Nilva Michelon


Como Elaborar um Projeto

Determine algumas condições para que o projeto seja finalizado ou completado. Antes que esteja absolutamente claro de quais são os objetivos do projeto, determine o tempo.

  1. Faça um detalhamento do que precisa ser feito. Tarefas que levarão muito tempo divida em tarefas menores para que os objetivos do projeto sejam alcançados.

  2. Identifique os recursos necessitados para executar cada elemento cada tarefa. Neste momento você pode estimar o que precisa e quanto tempo demorará a fazer todo o projeto.

  3. Decida que este plano faz sentido, se fará mudanças na comunidade e se justificam os benefícios. Modifique os objetivos e o trabalho quando necessário, mas não esqueça de replanejar.

  4. Defina algumas dependências entre tarefas. A maioria das tarefas precisa ser finalizada antes que outras tarefas possam começar, como delimitar o problema.

  5. Calcule o tempo mínimo para executar o projeto: é o trajeto o mais longo através da rede do projeto do começo do projeto até sua extremidade. Este trajeto é chamado de caminho crítico. As outras tarefas podem ser feitas em paralelo ao caminho crítico, mas qualquer atraso nas tarefas do caminho crítico resultará automaticamente num atraso do prazo total para finalizar o projeto, a menos que se faça uma correspondente redução na duração de das atividades sucessoras a atividades que se atrasou. Geralmente esta redução implicará em prejuízo para você.

  6. Para tarefas para as quais seja impossível estimar o prazo com precisão, coloque-as fora do caminho crítico e faça o planejamento novamente para que você não perca tempo

  7. Crie o cronograma do projeto.

  8. Faça um bloco de anotações onde através das suas leituras fará apontamento de ideias de autores com referencia ao tema, para ser aproveitado na revisão de literatura.

10Seja comprometido(a) com o projeto, não deixe para a última hora, faça o detalhamento usando o passo a passo e respeite o prazo de entrega. E por fim faça você mesmo o seu projeto. Peça ajuda mas, jamais peça para alguém fazer por você.

"Em educação, a maior dificuldade é lutar para construir uma cultura de projetos que atenda a a necessidade contemporânea Há uma resistência entre os envolvidos em utilizar projetos, como um processo de desenvolvimento de ensino e aprendizagem. Por isso é importante que o seu projeto seja elaborado para auxiliar no crescimento da comunidade da qual se está inserida. Assim sendo, busque um tema de relevância, não busque um milagre, mas algo que fará a diferença no seu fazer pedagógico. Motive as pessoas que estão a sua volta. Seja convincente! Acredite no seu projeto!"

E lembre-se que “ Há pessoas como você que nasceram para fazer a diferença”. Você é um profissional que possui a oportunidade de modificar o ambiente no qual está inserido. E reflita: Que contribuição estou oferecendo para que o ambiente em que atuo seja melhor e conseqüentemente venha favorecer a humanidade?

Bom trabalho!

  • Starr, Martin K. "Administração da Produção": Sistemas e Sínteses: Editora Edgard Blucher LTDA, 2ª Edição 1988

  • Reis, Américo. "Administração da Produção": Editora Atlas S.A. 1ª Edição 1978

  • Heizer, Jay; Render Barry. "Operations Management": Prentice-Hall Edition, 6ª Edição, ISBN 13018604


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não Deu Certo e Agora?

Reforma Ortografica - Recebido por email desconheço o autor

Nos nossos sete, oito e nove anos tínhamos que fazer aqueles malditos ditados que as professoras se orgulhavam de leccionar. A partir do terceiro erro de cada texto, tínhamos que corrigir 20 e 30 vezes cada erro e que aquecer as mãos para as dar à palmatória. E levávamos reguadas com erros destes: "ação", "ator", "fato" ("facto"), "tato" ("tacto"), "fatura", " reação", etc, etc...

Mas, afinal de onde vem a origem da nossa Língua? Do Latim!! E desta, derivam muitas outras línguas da Europa. Até no Inglês, a maior parte das palavras derivam do latim.

Então, vejam alguns exemplos:

Em Latim

Em Francês

Em Espanhol

Em Inglês

Até em Alemão, reparem:

Velho Português (o que desleixámos)

O novo Português (o importado do Brasil)

Actor

Acteur

Actor

Actor

Akteur

Actor

Ator

Factor

Facteur

Factor

Factor

Faktor

Factor

bFator

Tact

Tacto

Tact

Takt

Tacto

Tato

Reactor

Réacteur

Reactor

Reactor

Reaktor

Reactor

Reator

Sector

Secteur

Sector

Sector

Sektor

Sector

Setor

Protector

Protecteur

Protector

Protector

Protektor

Protector

Protetor

Selection

Seléction

Seleccion

Selection

Selecção

Seleção

Exacte

Exacta

Exact

Exacto

Exato

Except

Excepto

Exceto

Baptismus

Baptême

Baptism

Baptismo

Batismo

Exception

Excepción

Exception

Excepção

Exceção

Optimum

Óptimo

Ótimo

Conclusão: na maior parte dos casos, as consoantes mudas das palavras destas línguas europeias mantiveram-se tal como se escrevia originalmente.

Mais um crime na Cultura Portuguesa e, desta vez, provocada pelos nossos intelectuais da Lingua de Camões.



Natal todo dia- Roupa nova - Edição Lorena Lisboa

Sonho Impossivel

É Urgente Reeducar